Implantodontia

É a especialidade odontológica que tem como o objetivo anexar na mandíbula ou maxila um implante feito de materiais aloplásticos que servirão de suporte para as próteses unitárias, parciais, removíveis ou próteses totais.

Como funciona
Uma pequena peça confeccionada em titânio de altíssimo grau de pureza, chamada de Implante Dental Osseointegrado, é colocada junto ao osso da mandíbula, onde deveria estar a raiz do dente natural. Esse procedimento é feito a partir de uma pequena cirurgia de grande precisão e oferece resultados excelentes.

Em seguida, é confeccionada uma coroa dental com a anatomia do dente, para depois ser fixada no implante. Podemos dizer que o Implante é a raiz dentária artificial para substituir a raiz dentária natural.

Os Implantes Dentais substituem os dentes perdidos, tais como: rochs, pontes ou dentaduras. Entre a fase de colocação do implante e confecção da coroa definitiva, o paciente usará uma coroa provisória para a manutenção do espaço e restauração da estética. A duração do implante, bem como da prótese no implante e da coroa dental, será a mesma de um dente natural, desde que não sejam submetidos a agressões e maus tratos. Os Implantes são próteses fixas ou removíveis (overdenture), retidas em sua posição por pinos integrados ao osso. São pinos rosqueáveis de titânio que, após a sua instalação, vão se unir ao osso, dando assim o suporte necessário para a confecção do trabalho protético.

É importante que o paciente saiba que, após o término do tratamento, ele deve fazer uma manutenção periódica variando o intervalo conforme orientação clínica. Esse acompanhamento é necessário para que o implante esteja sempre em perfeito estado, mantendo assim a saúde dos tecidos de sustentação (osso e gengiva).